terça-feira, 16 de agosto de 2011

Mãe de adolescente vítima de homofobia milita em Brasília...

Angélica Ivo, mãe do garoto Alexandre Thomé Ivo Rajão, torturado e estrangulado no ano passado, em São Gonçalo, no Rio de Janeiro, esteve hoje no 8º Seminário LGBT, como convidada de honra. O presidente da ABGLT, Toni Reis, prestou uma homenagem à ela, que perdeu o filho assassinado em um crime de ódio.
Alexandre tinha 14 anos e fazia o 9º ano na escola. O crime ganhou repercussão nacional devido à brutalidade. Dos três meninos acusados de assassinar Alexandre, um deles confessou à polícia ser “simpatizante” do pensamento skinhead, que prega o ódio a homossexuais. O grupo chegou a ficar preso provisoriamente, mas responde ao processo em liberdade.

Nenhum comentário:

Postar um comentário